...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

terça-feira, 16 de abril de 2013

Cadela brutalmente agredida por Tutora Idosa (vídeo) aguarda por Adoção - SP


'Amo meus bichos', diz a idosa que espancou cadela em Cordeirópolis

Vizinho gravou mulher de 87 anos batendo no animal com cabo de vassoura.
Polícia Civil havia recebido em dezembro de 2012 denúncia de maus-tratos.

Do G1 Piracicaba e Região



A idosa flagrada enquanto espancava uma cadela com um cabo de vassoura no quintal de casa, no Centro de Cordeirópolis (SP), disse em entrevista à EPTV que não tinha a intenção de "machucar ou matar" o animal de estimação. "Ela (a cadela) matou um gatinho meu. Aí eu bati um pouco, mas não para espancar, porque isso não é do meu feitio. Não era para machucar nem para matar. Eu amo os meus bichos", disse a mulher, que tem 87 anos de idade.
Idosa agride cadela a pauladas em Cordeirópolis (Foto: Reprodução/EPTV)Idosa agride cachorra a pauladas em casa de Cordeirópolis (Foto: Reprodução/EPTV)


"Na ocasião os animais estavam sadios e havia fornecimento de água e alimentação. A vistoria constatou apenas que o espaço onde os animais estavam não seria o mais adequado", disse o delegado William Marchi.
O delegado ouviu o depoimento da filha da idosa na tarde desta segunda-feira (15). Vizinhos também serão convocados. Maltratar animais é crime e pode render de 10 dias a 1 mês de prisão, pena que pode ser revertida em trabalho comunitário por decisão da Justiça.
As imagens da agressão foram feitas por um vizinho e postadas em uma rede social na internet. O microempresário Márcio da Silva Ruivo, de 37 anos, que possui um comércio ao lado da casa da mulher e que gravou o vídeo (veja ao lado) na última quinta-feira (11), disse que não foi a primeira vez que a idosa bateu nos animais.
A cadela agredida foi resgatada pela Organização Comunidade Ambiente Sustentável e passa bem. A Polícia Civil de Cordeirópolis confirmou que em dezembro de 2012 recebeu denúncia e abriu processo de investigação. Uma equipe foi até à residência e contabilizou 23 gatos e sete cães, mas não conseguiu comprovar os maus-tratos.
A Cadela está para Adoção aos cuidados de Marcio Ruivo que disponibiliza o vídeo da agressão: https://www.facebook.com/photo.php?v=270433859760890&set=vb.100003828357983&type=2&theater

Foto: Estou a procura de um lar para está cachorra que era maltratada pela dona.  SEgue lnk do video de mals tratos;
http://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn#!/photo.php?v=270433859760890&set=vb.100003828357983&type=2&theater

sábado, 6 de abril de 2013

Homem matou cerca de 15 Cães para comer foi preso após Denúncia

05 de Abril


Denunciado por irmão, homem é preso por matar 15 cachorros para comer



Direto de Bauru
A polícia prendeu na tarde desta sexta-feira, em Ourinhos (SP), um homem de 20 anos, suspeito de matar um cachorro e depois comê-lo. O irmão do suspeito foi quem acionou a Polícia Militar (PM). Segundo ele, seu irmão matou cerca de 15 cachorros para se alimentar. 
Ao chegar à casa de Jacó Mendes da Silva Cipriano, na Vila Christone, os policiais encontraram uma bacia plástica com a carne do animal já temperada. O irmão do rapaz indicou ainda, no quintal da casa, o local onde a cabeça e as patas do animal haviam sido enterradas. Ele revelou ainda que há alguns dias o irmão vinha matando cachorros para comer e que o número de animais abatidos chegaria a 15.
Após ser denunciado pelo próprio irmão, suspeito foi preso pela morte de cerca de 15 cachorros, que depois eram temperados e ingeridos  Foto: Nelson Minucci / Especial para Terra
Após ser denunciado pelo próprio irmão, suspeito foi preso pela morte de cerca de 15 cachorros, que depois eram temperados e ingeridos
Foto: Nelson Minucci / Especial para Terra
Segundo a PM, Cipriano se justificou dizendo que a Bíblia permite que “todo animal de carne em pé e rachada a gente pode comer, não é um ser humano”. O suspeito foi levado para a delegacia, onde o delegado registrou um termo circunstanciado baseado no artigo 32 da lei de crimes ambientais, que prevê penas contra maus-tratos e abusos a animais.
O artigo pode render pena de três meses a um ano de detenção, além de multa. O rapaz foi ouvido e vai responder em liberdade. 
Após ser denunciado pelo próprio irmão, suspeito foi preso pela morte de cerca de 15 cachorros, que depois eram temperados e ingeridos - Foto: Nelson Minucci / Especial para Terra
Após ser denunciado pelo próprio irmão, suspeito foi preso pela morte de cerca de 15 cachorros, que depois eram temperados e ingeridos

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Homem é flagrado abandonando cão na BR101 e nega a crueldade - ES

04/04/2013

Motorista de caminhonete afirma que não abandonou cachorro na BR 101 Norte
"Jamais abandonaria um cachorro em uma pista. Inventaram essa história e agora estou pagando alto por algo que não fiz", lamenta




Foto: Rafaela Santuzzi



O motorista da caminhonete suspeito de abandonar o cachorro Leleco na BR 101 Norte prestou depoimento na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e Patrimônio Cultural na manhã desta quinta-feira (04). Romualdo Brotto confirmou que dirigia o veículo flagrado nas fotos, no entanto, negou ter abandonado o cão.

De acordo com Brotto, o animal pertencia a uma mulher, que tinha pedido carona para ele.

"Estava voltando do meu sítio. Cheguei em Pendanga - distrito de Ibiraçu - e três pessoas pediram carona. Quando percebi o cachorro seguindo a caminhonete, a dona falou que o cachorro era dela e que era normal ele segui-la", conta,

Romualdo afirma que Leleco não foi abandonado. "De acordo com a dona, o animal costumava acompanhá-la até o ponto e disse que ele retornaria para casa, em seguida. Como o trânsito estava lento, ele conseguiu seguir o carro por muito tempo", lembra.

Acompanhado da filha, o homem disse que possui dois cachorros no sítio da família. "Jamais abandonaria um cachorro em uma pista. Inventaram essa história e agora estou pagando alto por algo que não fiz", lamenta.

Brotto foi intimado a comparecer à delegacia depois que a militante pelos direitos dos animais, Cinthya Campos de Oliveira, denunciou o motorista à polícia.

Procurada pela equipe de reportagem da TV Gazeta, a dentista Rafaela Santuzzi, que desde o início prefere não ser filmada e nem fotografada, por medida de segurança, informou que não registrou o momento que o cachorro era abandonado, mas que viu ele sendo deixado na pista.(Com informações da TV Gazeta)

Nova família 

Após a repercussão sobre o abandono de Leleco no Facebook, o cachorro foi adotado pela coordenadora de Recursos Humanos, Kariny Batista, 29 anos, e ganhou um novo lar. 

Na ocasião, ela chegou a afirmar que percebia que o animal não aparentava maus tratos pelo antigo dono, mas demonstrava carência. 

"Ele tinha umas feridinhas, mas não sei se provocadas por maus tratos. Também estava com o ouvido infeccionado, mas já está sendo tratado, tomando os remédios. Ele está um pouco assustado, mas a gente vai dar carinho, brincar com ele. Estamos tentando suprir essa falta até que ele possa voltar ao normal", explicou Kariny, em entrevista ao GAZETA ONLINE, na terça-feira (02).

Ao ser questionada se tomaria alguma medida contra o antigo dono, Kariny afirmou que não iria fazê-lo. "Não vamos tomar nenhuma medida. Mas como a história está repercutindo muito, veremos no que dá. Ele foi capaz de abandonar um animal, não sabemos o que mais ele pode fazer", informou.

O abandono 

Leleco foi abandonado neste domingo (31), na rodovia BR-101, entre os municípios de Ibiraçu e Fundão, por volta das 15h. A cena foi presenciada pela dentista Rafaela Santuzzi e sua irmã, que seguiam viagem logo atrás do carro dos antigos donos do animal.

A dentista registrou o momento em que a caminhonete para no acostamento, e uma pessoa deixa o cão no acostamento. Com o trânsito lento, ele correu quilômetros atrás da caminhonete do dono. Ela acolheu o animal em seu carro.

"Tentamos fazer o contato com as pessoas que estavam no carro, perguntando se o cachorro era deles. Eles falaram que era, mas que não parava de correr atrás da caminhonete. Foi difícil resgatá-lo, o animal estava assustado e queria os donos", contou a dentista, na ocasião.

Rafaela ficou com o cão até a tarde de domingo. Ela encaminhou Leleco para um hotel para animais, no bairro de Itapoã, em Vila Velha, onde o cachorro foi atendido por veterinários. No dia seguinte, ele foi adotado por Kariny.


Fonte: Da Redação Multimídia

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/04/noticias/cidades/1427269-motorista-de-caminhonete-afirma-que-nao-abandonou-cachorro-na-br-101-norte.html

Nota: Matéria atualizada em 31/05/13
Motivo: As informações foram retiradas da afiliada da Rede Globo, a TV Gazeta por divulgação errada do nome do indivíduo, chamando de Brotto ao invés de Broetto.