...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Liberdade para Lennox - Pit Bull Inocente no 'Corredor da Morte'

Cachorro é condenado à morte na Irlanda do Norte por ter traços da raça pit bull


A raça é proibida e o cão atualmente vive no corredor da morte mesmo nunca ter causado danos.

A última apelação da dona do cachorro Lennox para salvar a vida do animal foi negada pela corte de Belfast, da Irlanda do Norte, na semana passada, apesar de toda campanha pública feita em torno do caso. Lennox vivia em uma residência protegida com cercas para que não fugisse, era castrado e tinha seguro. Dois anos atrás, esse cão considerado dócil por seus donos, foi levado de sua residência para o corredor da morte por ser considerado da raça pit bull.
O especialista em comportamento canino César Millan, apresentador do programa “O Encantador de Cães” no Animal Planet, se pronunciou contra a decisão tomada pela execução do animal. “Eu conheço o caso de Lennox. É uma decisão com que realmente não concordo. Minha equipe está trabalhando para encontrar uma solução melhor”, disse Millan pelo twitter.

Lennox foi tirado de sua casa em maio de 2010, depois de uma denúncia anônima que alegava que um cão capaz de “arrancar cabeças” morava na residência. O depoimento de um dos guardas que retirou o cachorro do local está sendo usado como indício de que Lennox pode ter um comportamento agressivo. O guarda alega que o animal pulou em cima dele e o empurrou com o focinho enquanto a remoção era feita.
Antes da denúncia e do depoimento, porém, nenhuma queixa alegando comportamento agressivo foi registrada contra Lennox. O cão servia de companhia para a filha deficiente de 11 de anos e a família alega que era manso e se comportava de forma impecável.

Na Irlanda do Norte, pela lei, é proibido ter um cão que pela sua constituição física possa ser considerado um pit bull. Se encontrados, cães com esse traços devem ser executados por serem considerados uma ameaça à sociedade, a não ser que se prove que não oferecem perigo, o que é raro. Testes físicos medindo o tamanho dos ossos da cabeça e das patas foram feitos em Lennox e concluiu-se que ele poderia ser classificado como pit bull.
Lennox está preso há dois anos aguardando que os processos acabem e que a sentença definitiva seja dada. Fotografias recentes do animal mostram que ele perdeu bastante pelo durante o confinamento, provavelmente devido a stress. A família entrou com diversos recursos durante esse período para tentar salvar a vida do animal. Além disso, uma petição onlinehttp://www.petitiononline.com/sl190510/petition.html para salvar a vida de Lennox foi feita e já tem mais de 150 mil assinaturas. Uma casa provisória na Irlanda, onde não existe a lei contra pit bulls, também foi oferecida caso o cachorro fosse libertado.
Depois da decisão tomada na semana passada, porém, apenas um apelo em uma questão de direito nas próximas quatro semanas – ou um perdão – pode salvar Lennox. A data exata para execução ainda não foi marcada, mas a previsão é de que ocorra dentro de um mês.


(Por: Juliana Malacarne e Vinícius Galera de Arruda)
Fontes: BBC e The Guardian; Imagens: Reprodução/Facebook
Siga os bichos no Twitter em @planetabicho
O Planeta Bicho também está no Facebook. Passe lá para curtir

Animais, são seres considerados irracionais e ainda pagam por uma culpa que carregam aos olhos dos racionais. Até quando pagarão com a própria vida pelos erros humanos?

Animais salvos em Jaraguá aguardam Adoção - GO

Os cães com sentença de morte adiada aguardam Adoção

Graças a denúncia grave de uma moradora da cidade Jaraguá/GO, Protetores e Simpatizantes se unirão  contra autorização ilegal para sacrifício de 60 Animais.

Seria cometido um crime em massa, uma vez que nenhum cão apreendido passou por exames que detectaram doença irreversível e transmissível que os impossibilitassem de recuperação e adoção. 
A cidade não oferece nenhum tipo de apoio à Causa Animal.





Petição contra Matança dos Animais de Jaraguá/GO
http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoListaSignatarios.aspx?pi=P2012N26076


Matéria Passada:

Extermínio de 60 Animais em Jaraguá foi cancelado

Denúncia - Jaraguá/GO vai exterminar 60 animais