...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Remédio Natural contra Cinomose e Parvovirose


Fonte:http://www.rede.tripoli.com.br/profiles/blogs/rem-dio-para-cinomose-e-parvovirose?xg_source=activity

Atenção, Caro Leitor!

Receita à seguir ajuda a aumentar a Imunidade do Cão (não é comprovada cientificamente), é um paliativo administrado na falta de urgência médica e acompanhada de soro, metronidazol, plasil e vitamina b. Não se trata de "Receita Milagrosa" como muitos tem postado na Internet, dispensando a presença do Profissional. 
Protetores da Causa Animal e Tutores Responsáveis e preocupados com a Saúde de seus Dependentes vacinam seus Animais e os levam ao Veterinário Periodicamente!

Seu cãozinho pode ser salvo até no estagio alto da doença “quando caído, sem comer e começando a evacuar aquele sangue fedido”.
Faça um suco de quiabo com água batido no liquidificador.  Será necessário:
_ 6 a 8 quiabos 
_ 600ml de água 

Processo:

_ Bata bem até adquirir consistência.
_ Abra a boca do cãozinho e despeje delicadamente no canto da garganta do animal de forma a fazê-lo engolir a maior quantidade possível do suco (nunca obrigue a engolir diretamente líquidos ou alimentos, pode prejudicar os pulmões)
_ Faça isso 2 ou 3 vezes ao dia (dividindo a dosagem feita)
Ele deverá reagir bem em aos poucos.

Os veterinários dispensam a receita caseira por não ser comprovada cientificamente e recomendam o uso de soro, metronidazol (antibacteriano), plasil (parar vômito) e vitamina b. Para se administrar a dosagem é preciso estabelecer o porte do cão, para isso é recomendado contato com um veterinário para se ter informação mais correta possível. 
É importante esclarecer também que se o tutor responsável gosta mesmo do seu animal de estimação não irá negá-lo assistência médica e vacinação. Jamais dispense orientações médicas, a receita é para casos urgentes de estado avançado da doença, para aumento da imunidade do Animal até a chegada de um Veterinário!

Dica Importante!

Tutores de um grande número de Animais, como por exemplo, Protetores da Causa, tem muita dificuldade em prestar socorro a seus Dependentes devido a problemas financeiros, grande vilão quando o problema é Saúde!
Desesperados, muitos buscam ajuda através de Receitas Caseiras na Internet, mas cuidado! Algumas foram desmascaradas como Veneno, postadas por internautas sem caráter, para prejudicar seus Animais. Outras são muito fáceis de perceber quando há presença de produtos químicos de limpeza, levando o Animal à óbito!
A Dica é simples mas costuma oferecer grande apoio e eficácia ao Tutor: 

_Mantenha contato frequente com Veterinários mais próximos ou que participe de alguma ONG em sua região! 
_Em consultas, converse muito sobre os motivos de saúde do seu Animal que o levou a buscar socorro médico, você irá aprender muito sobre Doenças, Sintomas, Vacinas e Primeiros Socorros!
_Peça ajuda ao Veterinário, busque apoio sempre com ele, mostre o seu interesse em aprender e ajudar outros Tutores e em caso de não haver condição financeira, ofereça opções de pagamento como prestação de serviços dentro da Clínica, um exemplo muito usado é o Banho e Tosa. Você pode aprender e oferecer o serviço como  pagamento de Consulta ou Parte de um Tratamento, isso dá muito certo!

Entenda as Doenças


CINOMOSE E PARVOVIROSE

Cinomose: é uma doença transmitida por vírus e aparece apenas em cães. A infecção pode se dar por via digestiva ou respiratória.
Em caso de contágio, o cão pode ter conjuntivite e ficar com febre alta. Depois de alguns dias, o animal pode apresentar quadro de diarréia e a contração involuntária de qualquer ramo muscular do corpo (semelhante ao que chamamos de “tique”).
A prevenção é feita por meio de vacinas que o cão deve tomar durante toda a vida. O tratamento para animais infectados é complexo e nem sempre apresenta um resultado satisfatório. Por tratar-se de uma doença que atinge vários órgãos, a cinomose pode deixar seqüelas ou matar o cão.

Parvovirose: também é transmitida por vírus e é mais comum em filhotes. A doença é transmitida por via oral e inalatória, por meio do contato com material fecal de algum animal contaminado.
A parvovirose causa vômitos e diarréias hemorrágicas no animal e pode ter conseqüências sérias por conta da desidratação.
O tratamento requer internação e medicação. O animal costuma responder bem ao tratamento, mas, em caso de ser contaminado ainda muito novo, a doença pode prejudicar seu desenvolvimento.


Obs.: Lembre-se de que um cachorro doente pode manifestar apenas sinais digestivos ou respiratórios. O Bom Dono sabe quando seu cão está ficando doente!