...

B. O. ANIMAL

Página de Registros de Denúncias, Notícias e Informações da Causa Animal.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Americana pode 'mofar' na cadeia por morte de Porquinho


Sem explicação - 25/11/2011




Babá americana pode pegar 50 anos de



prisão por matar porquinho de menino

DivulgaçãoAshley decapitou o porquinho
A baby sitter norte-americana Ashley Fowler, 21 anos, pode passar os seus próximos 50 anos na cadeia por ter decapitado o porquinho de um menino e o pendurado no portão da casa dele, na cidade de Chesapeake, no estado da Virgínia.
De acordo com a polícia local, Ashley usou um machado para matar o pequeno suíno e ferir mais um, que precisou ser sacrificado.
Investigadores acharam uma arma, uma faca, uma máscara de esqui, seis extintores de incêndio e uma cruz de madeira que foi roubada de uma igreja da região no carro da baby sitter.
O motivo do inusitado ataque não foi esclarecido, e a decisão da pena sairá apenas em março de 2012.



Da Redação: 



Nota: Não se trata de um País de 1º Mundo, ou um País Subdesenvolvido. O que faz acontecer são Leis Severas em qualquer atitude, não abrindo brechas para o Triunfo da prática do mau. Portanto, o Direito de um deve acabar onde começa a do outro. Se este crime tivesse ocorrido no Brasil provavelmente nem saberíamos dessa notícia pois na falta de credibilidade na Justiça  talvez não houvesse nem uma Denúncia e caso contrário, a Punição mexeria somente no Bolso, uns R$1500,00 por uma vida Animal!

Mesmo denunciado homem não será punido por morte de seu cão- PR


Atrocidade

28 de novembro de 2011

Homem atropela a própria cachorra e a joga agonizando dentro de saco de lixo em terreno baldio




Moradores do Jardim Ebenezer, em Maringá (PR) estão revoltados!
Um homem atropelou a própria cachorra com seu carro, ao sair da garagem.
Pelo jeito ele odiava a cadela. Pegou o animal, ainda vivo, colocou num saco de lixo e jogou num terreno baldio. Ela morreu, agonizando.
O duro é que, em Maringá, ninguém atende este tipo de caso. 
Uma mulher que viu tudo ligou para a PM e para a Prefeitura. Todos disseram que não podiam atender a ocorrência. 
Fonte: O Diário
Nota: Barbaridade sem fim se os próprios moradores cientes dos crimes que ocorrem livremente não se unirem e cobrarem justiça aos órgãos responsáveis. Leis precisam de um "empurrãozinho" para um bom efeito!

Homem é flagrado jogando gato no lixo - Cingapura


Dupla crueldade

27 de novembro de 2011


Câmeras flagram homem jogando gatinho no lixo acompanhado de uma criança



Câmeras de vigilância de uma clínica veterinária em Cingapura
captaram o momento em que um homem jogou um gato no lixo.
Um homem, acompanhado de uma criança, estacionou a viatura e saiu do carro com uma caixa de transporte de animais na mão. Dirigiu-se ao caixote do lixo e despejou o gato.
Segundo o site Today Online, o caso aconteceu na última terça-feira e o animal acabou por ser encontrado, por uma funcionário da clínica, quatro horas depois de ter sido jogado na lixeira.
O gatinho tem entre um e três anos de idade e, segundo a mesma funcionária, está em boas condições de saúde.
A polícia tomou conta da ocorrência e caso seja aberto um processo-crime, o homem pode ser multado e condenado até um ano de prisão.

Nota da Redação: Este homem deveria ser duplamente penalizado, mas parece que as leis em Cingapura têm punições frouxas como as nossas. Que exemplo ele está dando para a menininha? A cena é estarrecedora. Ele cometeu dois crimes: jogar o pobre gatinho na lixeira e fazer isso ao lado de uma criança – crueldade e violência contra um gatinho e uma criancinha.

Agressão para matar - Cão arrastado pelo pescoço - MS


27 de novembro de 2011

Homem é preso após arrastar cachorro pelo asfalto no interior de Mato Grosso do Sul



Um homem de 31 anos foi detido na tarde deste sábado (26) em Fátima do Sul, a 237 quilômetros de Campo Grande (MS), após maltratar um cachorro no meio da rua.
Segundo informações de várias pessoas, ele arrastava o animal pelo pescoço no asfalto e batia nele. O cão sangrava muito e apresentava lesões pelo corpo.
Indignados, moradores cercaram o autor e acionaram a polícia. Ele foi levado até a delegacia e liberado em seguida.
O cachorro ficou sob tutela de um consultório veterinário.
Não foram publicadas fotos.
Fonte: Midiamax
Nota da Redação: Repetiremos exaustivamente que a violência, a crueldade devem ser combatidas com severidade independente de quem seja a vítima.  A justiça precisa punir com severidade pelo crime cometido.