...

B. O. ANIMAL

Página de Registros de Denúncias, Notícias e Informações da Causa Animal.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Leão morre após reação contra sedativos

Do confinamento para morte

Leão morre ao ser transferido de zoológico de Pouso Alegre para BH

18 de novembro de 2011


Assista o vídeo sobre a convulsão sofrida pelo Leão: 
http://g1.globo.com/videos/minas-gerais/v/dois-leoes-foram-retirados-do-zoologico-de-pouso-alegre/1699998/#busca=leoes 
Valentino tomou doses de anestésicos e calmantes para fazer a viagem. Foto: reprodução TV Globo
Um dos leões transferidos de Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais, para Belo Horizonte, chegou morto ao zoológico da capital mineira. De acordo com o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o óbito foi constatado na noite desta quinta-feira (17). O animal, de nome Valentino, tinha 15 anos.
Para ser retirado da jaula, Valentino tomou doses de anestésicos e calmantes, e, logo em seguida, teve uma convulsão. O animal foi medicado e liberado pelo veterinário para viajar à capital mineira.
O Ibama informou que, para o transporte, os dois leões foram sedados. Durante o trajeto até Belo Horizonte, eles foram avaliados por um médico veterinário. Na última parada, eles estavam voltando da sedação e apresentavam bom estado, segundo o instituto, que acompanhou a transferência.
A causa da morte é desconhecida. Segundo o Ibama, a necropsia vai ser feita na tarde desta sexta-feira (18), e o laudo deve ser divulgado em 30 dias.
Por meio de nota, o Ibama ressaltou que todos os procedimentos realizados na transferência dos animais seguiram rotinas previstas para este tipo de operação. Além disso, afirmou que o óbito é um evento possível de acontecer, pois se trata do deslocamento de animais com histórico de saúde desconhecido pela instituição.
Com informações do G1
Nota da Redação:  O leão convulsionou após tomar os medicamentos e mesmo assim foi obrigado a viajar. Sair de um confinamento, enfrnatr uma estrada para ir para outro confinamento. Triste vida dos animais aprisionados em zoos, aquários. Ao menos, Valentino se libertou de uma vida sofrida e cruel.

Leia matéria passada:


17/11/2011 19h45 - Atualizado em 17/11/2011 19h45

Leões são retirados de zoológico 



desativado no Sul de MG


Em 2009, unidade foi desativada por não se adequar às exigências do Ibama.
Animais tiveram que esperar enquanto instituto encontrava destino para eles.

Do G1 MG
Comente agora
Dois leões que estavam em um zoológico desativado foram retirados do local pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), nesta quinta-feira (17), em Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais. Desde 2009, quando foi assinado um termo com o Ministério Público Estadual para desativação da unidade, o instituto procurava um destino para eles. Eles foram levados provisoriamente para o Zoológico de Belo Horizonte. Os outros animais que viviam no local já foram transferidos.
Uma equipe do Ibama de Belo Horizonte foi ao zoológico para auxiliar na transferência. Um dos animais tem cerca de 30 anos e o outro, 16 anos. Os leões foram preparados para a viagem por um veterinário. Eles receberam uma dose de um medicamento contendo tranquilizante e anestésico, para mantê-los sedados.
De acordo com a analista ambiental do Ibama Maria Beatriz, o próximo passo é fazer um levantamento sobre o estado de saúde dos animais. O instituto não informou o local definitivo onde os leões vão viver.
Desativação
Em 2005, a Prefeitura de Pouso Alegre tentou realizar alterações na estrutura do zoológico para que a unidade pudesse se adequar às exigências do Ibama, mas, em 2009, se comprometeu a fechar o local. O zoológico chegou a abrigar 180 animais de 32 espécies. O prazo para o remanejamento dos animais venceu em agosto de 2010.

Caso do Gato Plastificado chega ao MP Federal


Caso do gato maltratado no Facebook chega ao MP Federal

18 de novembro de 2011


(da Redação)


A foto de um filhote de gato enrolado em fita adesiva, postada no Facebook e noticiada pela ANDA, gerou revolta e mobilizou dezenas de ativistas e pessoas indignadas com a perversidade do ato contra o pequeno e indefeso animal.
A crueldade sofrida pelo gatinho configura um crime de maus-tratos, previsto na lei 9.605, artigo 32, (material escrito, imagens ou qualquer outro tipo de representação de ideias ou teorias que façam apologia, promovam e/ou incitem terceiros a praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos).
Depois de saber do caso, a ativista em defesa dos animais e colaboradora da ANDA, Marli Delucca reuniu todas as provas – um print-screen de tela do perfil Felipe Conan, e de suas postagens em seus vários perfis, antes que fossem apagadas. Tendo garantido as provas e os links, enviou a denúncia ao Ministério Público de São Paulo, que entendeu que o fato se configura como um ato criminoso e encaminhou o caso para o Ministério Público Federal.
O promotor de justiça, Dr. Fernando Pastorelo Kfouri,assessor do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais, respondeu em ofício que “No julgamento do CC nº 111338, o E. Superior Tribunal de Justiça reconheceu que, quando o crime é praticado por meio de sites como Orkut, Youtube etc., a probabilidade de que o delito adquira contornos de transnacionalidade é suficiente para, nos termos do artigo 109,CF, atrair a competência para o julgamento para a Justiça Federal. Encaminhe-se, pois, ao Ministério Público Federal.”.


Caso Preta
Em 09/03/2005, a maldade de três jovens universitários da cidade de Pelotas (RS) resultou na morte cruel e sofrida da cadela Preta e seus filhotes.Eles amarraram a cadela preta grávida ao para-choque do carro e a arrastaram por cinco quarteirões. A violência foi registrada somente um mês depois da morte dela. Talvez porque o remorso das pessoas que presenciaram a mutilação do pobre animal e de seus bebês em pedaços pelo asfalto, não os deixassem em paz. Se eles tivessem agido ao primeiro sinal, Preta e seus bebês não teriam sido mortos.

Precisamos coibir e exigir punição ao primeiro ato de qualquer tipo de humilhação ou descaso contra os animais, antes que sejam vitimados pela maldade humana.

Leia Matéria Passada: 

Homem posta foto de gato plastificado: http://boanimal.blogspot.com/2011/11/homem-posta-foto-de-gato-plastificado.html

Acredite! Mais um caso de cão arrastado por carro - RS


Parece brincadeira de muito mau gosto mas não é. Infelizmente virou moda de Bêbado, Drogado ou Psicopata, pois pessoas Equilibradas, Responsáveis e Sensatas não se sujeitam à Atitudes Desumanas

Outro caso de cão arratado por carro em que o próprio "dono" do animal dirigia. E é claro, a desculpa foi a mais comum: 

"o cão pulou do carro em movimento e eu não percebi!"


REPRODUÇÃO: JORNAL NH
  
Cachorro é amarrado em carro e arrastado até a morte em Tramandaí (RS)

Suspeito foi detido após denúncia de populares e deve responder por crueldade.

Marcos Jorge/Da Redação
Tramandaí - Rio Grande do Sul

A cena da morte em uma suposta crueldade contra um cachorro chocou moradores de Tramandaí às 10 horas da manhã de ontem (17).

Um homem que não teve a identidade revelada teria amarrado o animal com uma corda no suporte do para-brisa de seu veículo, um Gol bege, na Rua Belo Horizonte, bairro Nova Tramandaí, em Tramandaí, e o arrastado até a morte por vários metros até a porta de sua residência. Segundo alegou à polícia, o suspeito teria amarrado a corda no pescoço do cachorro e o colocado dentro do porta malas, mas a porta teria se aberto e ele não teria percebido.

Conforme o delegado Paulo Perez, o acusado deve responder pelo crime de crueldade contra os animais. “Se ele não teve a intenção de matar, pelo menos assumiu o risco quando amarrou uma ponta da corda no pescoço e a outra do lado de fora do veículo”, frisa o delegado, que depois de ouvir o acusado teve que liberá-lo. Ele explica que o homem deve responder ao processo no Juizado Especial Criminal.




***
Reflexão

O que forma um Ser Humano Racional, dotado de sentimentos bons, que aprende a conviver conforme ensinamentos de educação básica para viver em Sociedade e respeitar o próximo, ter tanta sede de Sangue? Será Individualismo? Egoísmo? Fracasso em todos os sentidos da vida ou uma rara e instantânea perda da Razão? Porque quem pratica o Mau e é desmascarado sempre tem ao pé da letra uma "justificativa comum de uma pessoa sensata que cometeu um erro humano" como amarrar a ponta de uma corda no pescoço de um cão e a outra ponta em algum lugar do porta malas de um carro e depois fechar a porta sem se certificar de que está trancada e levar para onde? E desde quando este meio de transporte é Legal?... Isso não seria uma Burrice?
Onde está a Responsabilidade e o Caráter de uma pessoa assim? Será que pessoas deste tipo podem ser classificadas como Naturais? Mesmo após estudos comprovarem que há algo de muito errado em pessoas que sentem prazer em Mau Tratar Animais, sendo os primeiros passos para evoluírem com a própria espécie?

Seria demais aconselhar os Sensatos a ficarem de olhos abertos e denunciarem imediatamente atitudes que vão contra a vida de qualquer Ser?

"O que me preocupa não é o grito dos maus.
É o silêncio dos bons.“
(Martin Luther King).