...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

domingo, 16 de outubro de 2011

Internauta usa imagem de um crime para incentivar Rinha


Crime pela rede

Empresário incita rinhas de cães pitbull pelo Facebook

15 de outubro de 2011




A foto publicada pelo odontólogo e empresário José Neto em seu perfil no Facebook gerou a ira dos amantes dos animais. E como não causaria? Trata-se da imagem de um cão com o rosto totalmente desfigurado depois de participar de uma rinha de animais. A imagem logo gerou a revolta de dezenas de pessoas, agravada com comentários no perfil do mesmo empresário, que mora em Teresina, combinando que neste domingo um novo duelo entre os animais deveria acontecer.

No perfil, em conversa com outros amigos, eles combinam que neste domingo aconteceria mais uma rinha, no local denominado apenas como “Sitio do Breno” (veja abaixo). Nos comentários são combinados hora e local. Imediatamente, muitas pessoas começaram a condenar a prática proibida por lei no Brasil.

Uma das representantes da Associação Piauiense de Proteção aos Animais (APIPA), a estudante Rutiele Saraiva, entrou em contato com o 180graus. Segundo ela, o caso deverá sim ser apurado pelos órgãos responsáveis. Já foi até mesmo programado um protesto na casa do odontólogo e da empresa onde trabalha, a Coife Odonto por grupos que dão apoio aos órgãos em defesa dos animais. Rutiele chegou a manter contato com José Neto pelo próprio Facebook, e o empresário enviou resposta.
Segundo ele, tudo não passa de um mal entendido e que a foto é uma reprodução da internet. “Olá!!! Gente é impressionante como as pessos são maldosas!!! Irei ser breve! A interpretação foi totalmente errada. Postei uma foto que vi na internet para mostrar essa falta de respeito com os animais e se tornou tudo isso! Interpretação é para quem sabe entender!!!”, publicou em seu perfil.
Acontece que a resposta dada por José Neto não convenceu. Ele foi mais questionado depois que os comentários onde ele combinara as possíveis rinhas foi apagado de seu perfil. Ele chegou até mesmo a publicar fotos de outros cachorros, tentando se explicar e dizer que não participa das possíveis rinhas. O presidente da Rede Ambiental do Piauí Dionisio Neto entrou em contato com o 180graus e informou que vai pedir a prisão do odontólogo. O reportagem tentou contato com o odontólogo, mas naco obteve êxito.
A pratica de rinhas de animais e os maus tratos são apenados segundo a Lei Federal 9.605/98 – dos Crimes AmbientaisArt. 32º Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:Pena: detenção, de três meses a um ano, e multa.§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.
COMENTÁRIOS EXCLUIDOS DO PERFIL DE JOSÉ NETO
Fonte:
http://www.anda.jor.br/2011/10/15/empresario-incita-rinhas-de-caes-pitbull-pelo-facebook/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=empresario-incita-rinhas-de-caes-pitbull-pelo-facebook


ENTENDA O CASO Segundo informações do vizinho, o dono do cachorro chegou em casa e começou a agredi-lo com golpes de facão. A polícia chegou o levou Airton pra delegacia, onde disse que apenas se defendeu de um ataque do cachorro, que tem pouco menos de 50 centímetros de altura e visivelmente magro, sem força suficiente para atacar um homem.O animal está ferido na região do quadril e no rosto.



Caso divulgado a alguns meses aqui no blog



Segundo o desossador Sirineu de Oliveira Silva, que é vizinho do acusado de maltratar o cão, a polícia chegou à residência após denúncia e levou Airton pra delegacia. “O cachorro ficou sozinho. Eu e meu irmão o pegamos e levamos pra casa”, contou.

A empresa disse que o animal, que é de raça indefinida, tem pouco mais de dois anos e se resistir à cirurgia ficará com o cão. O nome do animal já foi decidido por unanimidade: campeão.Ao ver a situação física do animal várias pessoas se revoltaram com a situação. Sensibilizados com o caso, Campeão se meteu em uma nova briga; agora várias pessoas “brigam” pra ver quem ficará com ele.