...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Governo Chinês cancela matança de cães


Foto: AFP
Depois de protestos de inúmeros internautas, o governo chinês cancelou a realização de um festival com 600 anos de tradição que era conhecido pela fartura de carne de cachorro, informaram nesta quarta-feira (21) as autoridades da província de Zhejiang. Realizado sempre em outubro, na cidade de Qianxi, o festival despertou a revolta dos internautas por conta da crueldade com os cachorros, que eram sacrificados nas ruas em nome da celebração.
“Justamente por este motivo, o governo optou por seu cancelamento”, disse o funcionário Zhang Jianhong à agência de notícias estatal Xinhua. Depois que o massacre de cachorros foi parar na internet através de um vídeo, milhares de pessoas resolveram se manifestar contra a realização do evento.
Segundo a história do festival, os cachorros de Qianxi foram sacrificados pelas tropas de Zhu Yuanzhang, fundador da dinastia Ming (1368-1644), antes que o mesmo tomasse a cidade. A intenção era evitar que os latidos estragassem os planos de ataque. Depois da conquista, as mesmas tropas promoveram um banquete com carne de cachorro. Assim, os habitantes da região começaram a adotar o costume cruel para homenagear o imperador e sua esposa.
Fonte: Terra

Chipanzés viram a luz do dia pela 1ª vez


A RTL, um canal de televisão alemão, mostra um vídeo de chimpanzés de laboratório dando seus primeiros passos ao ar livre .
É em alemão, mas podemos concluir que esta foi a primeira vez que os animais foram soltos na luz do dia .
Ouso de chimpanzés em pesquisa tem sido um assunto constante no mundo 
inteiro, diante de um questionamento sobre ética ou a falta dela.
Há alguns meses, 180 chimpanzés de um laboratório federal de primatas do Novo México foram objeto de um debate entre os Institutos Nacionais de Saúde e os ativistas dos direitos dos animais, que queriam que os 
chimpanzés fossem para um santuário .
vídeo mostra o momento em que os Chimpanzés viram pela primeira vez o sol, o dia, a luz, a natureza....e se abraçaram, sorriram e se emocionaram, tristeza aos milhões de outros que nunca 
poderão desfrutar desses prazeres roubados em nome da ciência!

ALF invade UFSC - Invasão pela Libertação Animal

Segue o release enviado à imprensa sobre o ocorrido na UFSC. Caso você queira entender melhor a ALF, assista a este documentáriohttp://vista-se.com.br/btm/




Florianópolis, 20 de setembro de 2011 – Fotos da Ação – Vídeo da Ação

A Frente de Libertação Animal (ALF) – wikipédia – assume a autoria da invasão da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) na madrugada de 20 de setembro de 2011. Nós deixamos a nossa marca nos muros do complexo do biotério da UFSC, inclusive no novo prédio do Biotério Central, ainda em construção, para que todos os vivisseccionistas saibam que estamos aqui e em todos os lugares lutando pela liberdade dos ratos, pombos, cabras e cães que a UFSC mantém em confinamento para serem usados em experimentos ultrapassados que violam os interesses desses animais e em nada beneficiam a saúde humana.

No novo prédio do Biotério Central já estavam armazenados equipamentos de alta tecnologia que seriam usados para a tortura e morte desses animais, que foram embebidos em líquidos inflamáveis que em seguida foram acesos. Com isso, conseguiremos paralisar efetivamente as obras de expansão dos laboratórios e com isso, por algum tempo, muitas vidas serão poupadas. Essa ação foi estudada cautelosamente para garantir que nenhum animal, humano ou não humano, corresse risco de ser ferido durante a ação.
Nós voltaremos para libertar os animais, e voltaremos para sabotar novos equipamentos quando esses forem recebidos. Voltaremos para garantir que o direito de vida e de liberdade seja garantido a cada um dos seres sencientes explorados por essa universidade.
ALF – Animal Liberation Front
site: www.ativismobrasil.net
contato: ativismobrasil@riseup.net